Dica supergospel – O ministério de louvor rumo a um novo nível



A cada dia que passa o evangelho tem crescido mais no Brasil, as igrejas estão marcando uma presença cada vez maior na sociedade e consequentemente os mistérios de louvor também. Nunca houve tantos grupos de louvor e adoração, tantos cantores no meio gospel no Brasil.

Mas chega um momento em que o ministério de louvor da igreja local passa por um dilema: É preciso chegar a um novo nível espiritual e técnico mas os músicos geralmente não sabem como fazer isso. Além de muita oração e busca pela presença de Deus, existem alguns passos que todo sacerdote levita precisa fazer para exercer seu ministério com maior excelência. Sendo assim gostaria de compartilhar 3 dicas para que você aprimore o seu talento e para que o grupo de louvor e adoração da sua igreja local ministre com maior excelência.

1) Lembre-se, a igreja não deve ser só expectadora mas participante do louvor!

Inúmeras igrejas vivem essa realidade. Essas igrejas podem até ter uma excelente equipe de louvor mas esta equipe não se conecta com os membros da igreja. A sensação é que os músicos estão em um ambiente e a igreja em outro. Muitos músicos tocam no culto somente para eles mesmos. O volume agrada somente aos próprios músicos, o repertório também. Não existe conexão entre o louvor e a igreja. O ministério de louvor toca e canta as canções, mas isso não toca a igreja. Esta situação pode deixar a igreja em um constante nível de superficialidade espiritual. É preciso fazer uma ministração de louvor e adoração focada em abençoar, edificar a igreja em um ambiente de adoração a Deus e não somente tocar músicas que os músicos gostam. A igreja não é espectadora, a igreja precisa ser participante ativa do louvor e adoração.

2) Esteja disposto a crucificar seu estilo preferido!

É triste ver que algumas equipes de louvor preparam sua lista de músicas com 3, 4 ou 5 canções de um cantor somente. A igreja não pode ficar refém do gosto pessoal da equipe de louvor. É preciso ser seletivo com a escolha de repertório. Se você é ministro de louvor, escolha bem o repertório. Não escolha as 10 mais pedidas da rádio, pois ministrar louvor não é Karaokê. Ministrar louvor é muito mais importante que isso. Escolha canções que Deus quer que sejam cantadas. Isso inclui você abrir mão do seu gosto musical pessoal.

3) Prepare o repertório mas esteja sensível ao Espírito Santo!

A preparação do repertorio é muito importante para a organização do louvor na igreja. Mas esta preparação não pode ficar presa a um cronograma. Existem ministros de louvor que impedem a manifestação do Espirito Santo para não quebrar tudo que foi ensaiado. O ensaio é ótimo, a preparação é fundamental mas se Deus mudar tudo, obedeça! Andar sem saber para onde mas dirigido pelo Espírito Santo é melhor do que andar sabendo para onde sem Ele.

Para chegar a um novo nível no ministério de louvor e adoração da sua igreja local, você precisa orar mais, buscar mais de Deus, se reunir em grupo não somente para ensaiar mas para atrair a presença e glória de Deus de maneira mais intensa. A parte espiritual não anula a parte técnica. Você também precisa se lembrar dessas três dicas técnicas, pois ser levita significa ser servo, então sirva da melhor maneira possível pois Ele é galardoador daqueles que buscam e servem a Ele com excelência.

Sl. 33:3 "Cantai-lhe um cântico novo, tocai com arte e júbilo."
==================================================

Este post eu vi lá no: Supergospel - Música gospel.

Be the first to comment

Leave a comment

Your email address will not be published.

*