E se eu ficar – Mais um filme baseado em livro, pra fazer você chorar.



A vida pode não ser aquilo que pensamos há 10 minutos atrás, os planos os sonhos são parte da vida mas até quando? Qual é o domínio que nós mortais temos sobre o futuro, sendo assim o melhor sempre é dar valor ao presente e o que ele nos trás ou abrir mão por algo que não existe? São esses e outros questionamentos que você vai ter ao assistir este filme que estréia em setembro "Se eu ficar" é uma adaptação do livro de mesmo nome da escritora Gayle Forman, é um romance, mas não pense que é alegre, é lindo sem dúvida, como gosto sempre de dizer é uma bonita história, e por causa destas histórias a vida adquire significados. Como o filme vai estrear em setembro ainda dá tempo de correr em uma livraria e comprar o seu livro e conferir esse lindo romance que promete levar os apaixonados pela vida as salas de cinema de todo Brasil, leia abaixo a sinopse e assista o trailer de "Se eu ficar"


Aos 17 anos, a musicista Mia é uma adolescente como tantas outras. Tem pais amorosos, uma melhor amiga e um namorado apaixonado. Sua vida, no entanto, não é livre de escolhas dolorosas, como decidir se permanece fiel ao seu primeiro amor – a música –, mesmo que isto signifique perder seu namorado e deixar todos os que ama para trás. 
Em uma manhã de fevereiro, Mia sai para um passeio com a família e, em um instante, tudo muda. A última coisa que lembra é estar no carro com seus pais e seu irmão mais novo, Teddy, em uma estrada repleta de neve. De repente, está em pé fora do seu corpo, ao lado dos cadáveres de seu pai e sua mãe, observando ela e o irmão serem atendidos pelos paramédicos.
Enquanto tenta entender se está morta ou não, Mia é levada para um hospital, onde, com seu corpo em estado de coma, reflete sobre seu passado e tenta decidir se vale a pena lutar pela vida. Por meio dos flashbacks e dos pensamentos de Mia, o texto explora a vida da adolescente, sua paixão pela música clássica e sua forte relação com a família, com o namorado, Adam, e com a melhor amiga, Kim
Em uma manhã de fevereiro, Mia sai para um passeio com a família e, em um instante, tudo muda. A última coisa que lembra é estar no carro com seus pais e seu irmão mais novo, Teddy, em uma estrada repleta de neve. De repente, está em pé fora do seu corpo, ao lado dos cadáveres de seu pai e sua mãe, observando ela e o irmão serem atendidos pelos paramédicos.
Enquanto tenta entender se está morta ou não, Mia é levada para um hospital, onde, com seu corpo em estado de coma, reflete sobre seu passado e tenta decidir se vale a pena lutar pela vida. Por meio dos flashbacks e dos pensamentos de Mia, o texto explora a vida da adolescente, sua paixão pela música clássica e sua forte relação com a família, com o namorado, Adam, e com a melhor amiga, Kim.

Este post eu vi lá no: CULT H2O.

Be the first to comment

Leave a comment

Your email address will not be published.

*